sábado, 28 de setembro de 2013

Artigo do jornal Expresso Ilustrado - 28 de setembro de 2013 - Incoerências - por Giovani Pasini

Incoerências

Nas propagandas de cigarro, existe uma divulgação enorme dos malefícios que o fumo causa. Boa ideia. Ótima ideia. As imagens terríveis diminuíram o consumo dessa droga.

Já as propagandas de álcool, no Brasil, só estão acompanhadas da expressão “Se beber, não dirija.”, ou seja, “pode beber, mas se o fizer, não dirija.” Pergunta: e todos os males que o álcool causa, tais como: câncer, cirrose, pancreatite alcoólica, atrofia do cérebro, impotência sexual, esterilidade e tanto mais? Por que as “fotos terríveis” dessa outra droga permitida não estão estampadas no rótulo?

Não sou falso. Gosto de cerveja, vinho e uísque. Bebo socialmente, salvo raras exceções, que passo dos limites. Mas, nunca coloquei um cigarro na boca. Sou apenas “metade defeituoso”...

Se o governo brasileiro classificou de “extremamente grave” a denúncia de espionagem americana, por qual motivo o Brasil não concede asilo político a Edward Snowden, ex-consultor da Agência de Segurança Nacional (NSA) dos EUA?

Nos Estados Unidos, a casa de uma família de Long Island, Nova York, foi visitada pelo FBI, numa megaoperação. Por qual motivo? O pai pesquisou mochilas pelo “google”, recebendo e-mails; a mãe comprou “panelas de pressão” pelo “mercadolivre”; e o filho viu fotos do atentado de Boston (panelas de pressão dentro de mochilas). O cruzamento das pesquisas enviou diversos policiais até a casa.

Enviei esse artigo por e-mail, com a seguinte frase: vou comprar “bombas” (de chocolate); para assistir um jogo do “Dinamite”, junto com o compadre “Washington”. Seria uma “explosão”!

Será que serei visitado?
(Ihh!. Tocou a minha campainha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...