sábado, 4 de janeiro de 2014

Artigo do jornal Expresso Ilustrado - 04 de janeiro de 2014 - São Thiago: 130 anos - por Giovani Pasini

São Thiago: 130 anos


No dia 4 de janeiro, Santiago completa os seus 130 anos de existência. Este artigo não poderia ter outra finalidade, senão enaltecer as características dessa terra, cantada em tantos versos. Arrisco-me a descrevê-la, como se falasse a um estranho: a pequena Santiago cresceu e se estende por sobre uma coxilha, perto de um boqueirão. O mais bonito daqui é que do centro da cidade, em alguns pontos, você consegue enxergar o seu final: aquele pampa bonito, com pequenos bosques e cercas campeiras cruzando as colinas. O cheiro da terra é envolvente; o perfume invade o cérebro e cria raízes profundas. Dizem os nativos, que a maior qualidade do povo é também o seu pior defeito. Aqui, onde vive uma população de cerca de 60 mil indivíduos, as pessoas se conhecem e se cumprimentam na rua. Todos buscam saber da vida de todos. Diferentemente das cidades grandes, onde um humano não encara o outro, desviando o olhar por medo ou descaso, em Santiago as pessoas se analisam e contam a sua história para tantos, até para estranhos, na fila da lotérica ou do Banco. As discussões vertentes, nas rodas de ideologia ou de política, carregam uma força inigualável, que remonta os farroupilhas. Falem o que quiser da pacata Santiago, mas ela é manancial de natural inteligência, baseada em sonhos de pessoas obstinadas. O fogo queima o coração santiaguense. O ponto chave que a faz diferente, contudo, é o epíteto que a impulsiona para a cultura. Essa cidadezinha constitui(u) uma fonte rica de inspiração para diversos artistas. Parabéns, terra de Caio Fernando Abreu. Parabéns Santiago: “Terra dos Poetas”! (Bem-vindo janeiro, Januário maneiro.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...