sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Artigo do jornal Expresso Ilustrado - 17 de dezembro de 2014 - Liberdade - por Giovani Pasini

Liberdade


Gosto de debates intelectuais. Sou fã de programas televisivos, que exercitem a capacidade de raciocínio e que promovam discussões. Assisto, por exemplo, “Roda Viva”, “Canal Livre”, entre outros. Teve uma época, há poucos anos, que adorava participar de congressos e seminários, não somente para correr atrás de certificados. As palestras, na maioria, sempre traziam algo de bom, alguma forma de aprendizagem. A leitura diária também ajuda muito, quando um dos maiores prazeres é a busca de conhecimento. Ao escrever este artigo, meu subconsciente sugere: você sabe por qual motivo o leão não lambe abelhas? Apesar de ser uma fera, o felino entende o perigo da dor provocada pelas pequenas coisas. Hoje, caro leitor, declaro-me livre do deus ocidental, personificado nas religiões que conhecemos. Apesar disso, sei que existe algo de místico na vida, que a teoria Darwiniana não conseguiu explicar. Talvez, quem sabe, sejamos os próprios anjos caídos, expulsos de um paraíso e ludibriados por escrituras quase demoníacas, que testam a nossa inteligência. Palavras que pregam “verdades” transplantadas e que, no fundo, promovem a segregação e a violência entre os humanos. Essa é a única explicação palpável: a palavra talvez seja uma ferramenta maligna, pois ela aprisiona as ideias. Acredito em Deus, não entenda errado o que digo. Não creio nas religiões ocidentais e muito do que elas representam. Respeito, entretanto, o seu direito de seguir essas palavras religiosas. Como respeito, também, o direito de quem assiste ao “Big Brother”.  Cada um constrói o próprio céu e inferno. “Todo ponto de vista é a vista de um ponto”, como disse Leonardo Boff.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...