segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 21 de fevereiro de 2014 - Besteirol Latino-americano - por Giovani Pasini

4
Sociologia da beirada
5 artigos para o Brasil (da copa?)
Besteirol Latino-americano

Escrever um artigo é bastante complicado. A função de qualquer colunista é dificílima, pois ele trabalha com a expressão de uma opinião. A falha de comunicação já existe quando falamos – e falamos muito – imagina quando utilizamos da escrita para transmitir pensamentos. A própria intenção de criar uma literatura ‘original’, passa pela construção de ideias mediadas pelo mundo: indivíduo e o contexto. O maior conhecimento é o que está fora da gente, pairando por sobre as nossas cabeças. Para criar um texto artístico, de qualidade, é necessário que se tenha ‘inspiração poética’ e ‘erudição’: não só um, ou outro. Um possível teórico passa por, no mínimo, duas fases: entender-se e fazer entender. Estamos, a maioria, na primeira. Numa época onde dificilmente o leitor termina de ler um artigo de jornal ou revista, vemos uma enxovalhada de “frases-feitas” pichadas pelas paredes, ou embriagando as tirinhas do facebook. Assistimos ideologias de fachada, governos de fachada, economias de fachada, moralidades de fachada, notícias de fachada, imagens de fachada. O costume propagado pelo “besteirol mundial” torna-se adorado pelos latinos: parecer é bem melhor do que ser. No caso da sociedade brasileira contemporânea, temos que atentar para a mudança de três aspectos sensíveis: a falta de discernimento do que é limite e respeito; o excessivo valor dado aos bens materiais e às fotografias de ostentação; e a ausência de confiabilidade em pessoas e instituições. Você acabou de ler esse artigo? Parabéns. Consegue terminar um livro inteiro? Sucesso. Agora, somente a educação poderá modificar a conduta de multidões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...