sexta-feira, 7 de março de 2014

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 07 de março de 2014 - Espelho - por Giovani Pasini

Espelho

Anderson é um sobrinho de nossa vizinha do apartamento da frente. Ele mora em São Borja, mas teve que vir para Santa Maria. Anderson é muito jovem, tem apenas 14 anos. A sua estada no “Coração do Rio Grande” não é a passeio, ou mesmo estudo.  Agora, ele está internado no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital de Caridade Dr. Astrogildo de Azevedo. Há poucas semanas, num jogo de futebol, ele simplesmente desmaiou. Exames, consultas, resultados. Descobriu-se que o rapaz estava com leucemia, o conhecido câncer no sangue. Pior ainda, após maior detalhamento, o diagnóstico terrível de que o jovem está com um tipo raro, agudo, da referida doença. O médico, excelente especialista, recomendou que a família e amigos rezassem por ele. Descobri que o seu sangue era “O+”, igual ao meu, e me ofereci para qualquer tipo de doação. Não dá. Não pode. “Temos que esperar baixar a febre”, disse-me a sua tia. Mal conheci Anderson, somente abanei para ele, da porta de meu apartamento. Fiquei sabendo de toda a sua dor física, da febre, da vontade de deixar o mundo material, como uma saída para o sofrimento. Num momento como esse, caro leitor, sentimos uma impotência maior do que o próprio universo. Não podemos fazer nada, ou quase nada. O que resta é rezar para Deus, qual seja, e pedir que uma surpresa aconteça. Talvez, quem sabe, uma oração coletiva tenha uma força bem maior, pelo que peço que rezem por esse menino: único motivo de criar o presente artigo. Hoje, nesta tarde maravilhosa de sol, não consegui me olhar no espelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...