sexta-feira, 31 de julho de 2015

E-mail recebido da leitora Célia Horquen de Oliveira - artigo Pão com Mortadela

Boa tarde;

É com água dos olhos e com nostálgica emoção que lhe parabenizo pelo "pão com mortadela". Me identifiquei muito. Minha infância no "interior do interior" (em Julio de Castilhos, morava "para fora" como dizem), acostumada com o pão caseiro que a mãe fazia; até hoje faz, porém agora na cidade, parece não ter o mesmo cheiro.
Nosso café também contava com torresmo, mandioca frita (na banha), chimia, queijo e morcilia (antes era assim, agora é morcela)... tudo feito pelos meus pais. Que infância deliciosa onde as brincadeiras eram na base da criatividade (não a base de energia elétrica como hoje)... Enfim, milhares de boas lembranças. 
Agradeço a você por, no meio da correria do dia a dia, fazer despertar em mim, ao menos por alguns instantes, aquela criança inocente que só queria subir na árvore e correr de pés descalços.

Um fraterno abraço;

Att;

Célia Horquen de Oliveira
Chefe de Gabinete
Secretaria Especial de Município

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...