terça-feira, 14 de julho de 2015

Texto lido pela escritora Lígia Militz da Costa, durante a minha posse na ASL




Agradeço a minha amiga Lígia Militz da Costa, grande docente, escritora renomada, por toda a sua ajuda e ensinamentos. 
Fico feliz com o texto proferido durante a minha posse na Academia. Muito bem redigido, acarinhou o meu ego, ainda mais por vir de uma renomada intelectual. Recebi por e-mail e divido com os leitores.

++++++++++++++++++++++++++++++

GIOVANI PASINI
Dados biográficos para a noite de posse na ASL
                       
Santa Maria, 29 de maio de 2015.
Biblioteca Pública Henrique Bastide - 19 horas

                                                                                                                       Lígia Militz da Costa

“Vamos ser objetivos? ... o que vou fazer é útil? O que direi é benéfico? O que estou pensando é saudável?” Estas palavras iniciais, de autoavaliação, cabem muito bem neste momento e são de Giovani Pasini, e estão numa de suas crônicas do livro 77: Antologia de contos e crônicas, publicado em 2013.
 
Com um currículo e desempenho profissional admiráveis, Giovani Pasini é natural de Santiago, nascido em 14 de março de 75. Filho de Acir José Pasini  e Acelina Delevati Pasini, tem quatro irmãos: Sandra, Sônia, Daniel e Paulo. É casado com Karla Dornelles Pasini e tem dois filhos: Eduardo e Amanda.

Conta-nos que, desde pequeno, desenvolveu a paixão pela leitura e pela literatura, influenciado por pessoas apaixonadas pelos livros, como o seu pai e professores, como a docente Vera, do Colégio Militar de Porto Alegre, no período de 89 a 91.

Giovani formou-se oficial da Arma de Artilharia em 1997, na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende, RJ, sendo atualmente Major do Exército Brasileiro.  Em virtude desta instituição, da qual se orgulha, pôde conhecer muito do país, como o Rio, Minas, São Paulo, Pernambuco, Amazônia, Bahia, Rio Grande do Norte, entre outros estados.

Em 2003, concluiu o Mestrado em Educação pela Universidade Vale do Rio Verde, em Três Corações, MG. Sua dissertação de Mestrado, transformada em livro de 220 páginas, foi a sua primeira publicação: ano de 2004, em Minas Gerais, com o título Corrida de Orientação. Realmente trata-se de um livro que enobrece o autor, nosso novo acadêmico da ASL, e esclarece o leitor. O esporte Orientação, desconhecido para os leigos no assunto, é apresentado desde suas origens, histórico e conceito, até a amplitude de suas correlações com a ciência, cartografia, matemática, psicologia — nesta vendo-se o estudo e a consideração especial para com as inteligências múltiplas; também os recursos de que a Orientação se utiliza são elucidados, a exemplo dos mapas, da bússola e do passo duplo. A proposta do livro é pedagogicamente sólida, e a pesquisa que o alicerça tem extensa fundamentação científica. 

Na verdade, Giovani Pasini é um educador vocacionado e qualificado, que maneja a língua portuguesa com fluência e facilidade.
Em 2005, foi declarado Mestre em Ciências Militares pela Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, no Rio de Janeiro, e, em 2009, formou-se em Letras e respectivas literaturas, pela Universidade Norte do Paraná.

Atualmente  é Coordenador do 3º Ano do Ensino Médio do Colégio Militar de Santa Maria, onde também atua como professor de Literatura Brasileira.

A cultura e as letras sempre tiveram posições marcantes na sua existência: em 2008, foi sócio-fundador e primeiro Presidente da Casa do Poeta de Santiago, que presidiu por três vezes. Entre 2011 e 2015, foi Coordenador Cultural do Centro de Integração Latino-Americana, e, em 2013, tomou posse como Diretor de Ações Culturais da Casa do Poeta Brasileiro, entidade que congrega 77 associações em 20 estados da Federação. Em Santa Maria, é associado da CAPOSM, na qual participa do conselho editorial.

Na América Latina, transitou por diversos países realizando palestras, sendo considerado visita ilustre em Encarnación, Paraguai, e recebendo documentos de reconhecimento, inclusive do Senado Federal da Argentina.

Cursando Doutorado no Centro de Educação da UFSM, é pesquisador do Grupo Kitanda, onde investiga assuntos da Educação Intercultural e da Antropofagia Cultural, com foco no MERCOSUL, e orientação do Professor Dr. Valdo Barcelos.

Giovani Pasini é colunista do Jornal Expresso Ilustrado, periódico do centro-oeste do Rio Grande do Sul, e também  é  apresentador do programa Santa Maria Argumentos: diálogos culturais, na TV Santa Maria, canal 19.

Militar, ativista cultural, desportista, palestrante, escritor e educador, já publicou oito livros e participou de diversas antologias.

No livro 77, de contos e crônicas, o que se vê são textos coesos e curtos, bem escritos, com amarração interna verossímil e convincente encaminhamento final. Ético e reflexivo nos valores, sensível à arte e aos afetos, campeiro às vezes e santiaguense sempre, Giovani Pasini é uma voz de liderança equilibrada e discreta  em diferentes áreas, defensor inconteste do papel do professor na sociedade, sabendo ser crítico e contundente na hora certa, e bem humorado e agradecido também nas  lembranças da infância.

Por todos esses motivos e muitos mais, a Academia Santa-Mariense de Letras saúda Giovani Pasini, seu novo Acadêmico Efetivo, exaltando seu perfil pessoal exemplar e de educador, pesquisador, professor de Literatura e escritor. Parabéns!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...