sábado, 23 de janeiro de 2016

Artigo do Jornal Expresso Ilustrado - 15 de janeiro de 2016 - Curta




Curta

A vida é muito curta para perdermos tempo com bobagens. Nós, adultos, já temos tantos incômodos reais – verdadeiros – que se torna uma idiotice investirmos segundos preciosos com problemas fantasiosos. Imaginação: imagem em ação. Por isso, tenha cuidado com a “criação destrutiva”.

O que existe realmente? O que é verdadeiro? O que se torna essencial? Não sei responder tais perguntas e, talvez, você também não saiba. O peso do mundo entontece os raciocínios básicos e tudo – as bobagens – parecem indispensáveis. É claro que muitas coisas têm prioridade, mas não serei um mentiroso a dizer que sou perfeito em priorizar.

Entretanto, passados 40 anos de minha vida, chegando perto dos 2/3 de minha existência (sem contar com fatalidades), penso que a maturidade começa a brotar na minha personalidade.

O que dizer para o leitor, nessas linhas que me restam? Bom... Se eu pudesse dar uma dica às pessoas que mais amo no mundo, eu diria: curta o facebook, mas curta principalmente a vida; esqueça as besteiras que são inúteis e que às vezes estragam o dia; saiba que ser verdadeiro é conhecer os próprios limites e somente ultrapassá-los quando não acarretar em ofensas aos outros (educação); e, especialmente, ficar calado quando der aquela vontade natural de propagar a maledicência. A vida é a palavra positiva; o negativo, esse já é o prelúdio da morte. Curta a vida! Curta, a vida.

Um comentário:

  1. Legal! A vida é curta e bela. E no afã de vencermos, muitas vezes, não a vemos passar!
    Parabéns articulista Giovani Pasini.
    Maria Rita Py Dutra

    ResponderExcluir

Obrigado por deixar o seu comentário neste blog.
Agradeço o tempo investido nesta comunicação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...